Diferenças entre Maconha e Álcool.

A maconha e o álcool estão entre as substâncias mais usadas de forma recreativa no mundo. Será que entre o álcool e a maconha existe alguma que pode ser mais prejudicial à saúde do que a outra? As pesquisas indicam sobre os prejuízos que ambas podem trazer, mas é importante enfatizar que a maior parte das pessoas que as consomem não sofrem os prejuízos mais graves. Isso também não quer dizer que elas são inofensivas, pois ambas podem trazer prejuízos pra um número muito maior de pessoas que, mesmo não sendo prejuízos tão graves, são bem ruins já. Comparar o álcool com a maconha não é uma tarefa simples. Isso porque elas possuem composições químicas diferentes que afetam o corpo de formas diferentes a depender de fatores diferentes. Mesmo assim, algumas comparações quanto aos potenciais riscos de cada uma podem ser úteis. Por exemplo, de acordo com algumas estimativas, entre adultos, a prevalência do transtorno por uso de álcool foi de 8,5% enquanto a do transtorno por uso de cannabis foi de 1,5%. Então é como se fosse cerca de 5 vezes mais comum que pessoas exibam sinais de vício em álcool do que em cannabis. Um dos problemas com o consumo abusivo de coisas como o álcool e a maconha é que ambas afetam o sistema de recompensa do cérebro de tal maneira que consumi-las aumenta as chances de você consumi-las de novo no futuro e com o passar do tempo isso pode te gerar dificuldades. Você está com problemas com Álcool ou outras drogas, entre aqui que poderem ajudar.

Um nível muito alto de álcool no sangue pode levar uma pessoa a diferentes níveis de overdose. Essa overdose pode levar a pessoa a ter desde dificuldades pra se mover e falar até ao coma e à morte. O envenenamento por álcool ocorre quando a concentração de álcool no sangue é tão alta que certas áreas do encéfalo responsáveis por coisas bem básicas como controlar a respiração e os batimentos cardíacos começam a parar de funcionar. Isso pode levar a pessoa a uma queda nos batimentos cardíacos, dificuldade de respirar e de ficar consciente. O consumo de álcool está relacionado com cerca de 88 mil mortes anualmente e, nos Estados Unidos, é a terceira causa mais comum de mortes que podiam ser prevenidas. De acordo com a OMS, o consumo de álcool é um fator de risco para o desenvolvimento de mais de 200 doenças e outra condições médicas. Já no caso da maconha, o risco de overdose ou envenenamento é… praticamente igual a zero. Mesmo uma pessoa acostumada a consumir maconha todo dia e quase o dia inteiro ainda estaria longe de atingir um nível muito alto de THC  no sangue. Diferente do álcool, não é comum encontrar o relato de mortes ligadas ao uso abusivo de maconha na literatura científica. Mas a maconha pode sim levar à morte, por exemplo, quando alguém vai dirigir depois de consumi-la. A maconha tende a prejudicar a capacidade de dirigir e pode aumentar em 4 vezes as chances da pessoa se envolver em um acidente fatal. Já o álcool pode aumentar essas chances em 15 vezes. Tanto o álcool quanto a maconha podem ter efeitos mais reversíveis ou menos reversíveis. A maior parte dos prejuízos imediatos são reversíveis a curto prazo conforme a substância é eliminada do organismo. Já outros prejuízos tendem a ser bem menos reversíveis. Isso vai depender de muitos fatores. Por exemplo, predisposições genéticas, iniciar o consumo na infância ou adolescência, possuir um transtorno mental e consumir de forma frequente, intensa e por longo prazo são fatores que aumentam as chances de alguém desenvolver prejuízos duradouros na sua saúde. Os dados que descrevemos aqui indicam que o álcool pode ter um potencial de causar prejuízos muito maior do que a maconha considerando diferentes critérios, mas a maconha também não é nenhuma santa, já que o seu uso pode se ligar a vários outros problemas. O baixo ou moderado uso de tais substâncias tende a trazer prejuízos leves e reversíveis na sua maior parte, mas muitas pessoas acham que têm muito mais controle do que realmente têm e isso as tornam mais vulneráveis a vários riscos. Independentemente de qual das duas pode te lascar mais, tanto o álcool quanto a maconha podem trazer diferentes tipos de danos sob certas condições. O consumo abusivo de ambas é especialmente perigoso e evitá-lo é uma forma de proteger a sua saúde física e mental assim como a saúde das pessoas à sua volta. Clique no link se você precisa de ajuda com Álcool ou outras drogas.
http://psicologaemcuritiba.com/